14/03/2017

"MÁ FORMAÇÃO DE UM DOS FETOS?"

Esta será possivelmente a ultima coisa que uns pais em construção desejam ouvir. O que se faz depois de ouvir isto? Como é que se consegue continuar a respirar da mesma forma? Como é que se mantem a aparente normalidade que nos é exigida?

Nos últimos foi com isto que vivemos e, aqui entre nós que ninguém nos lê, irá sempre assombrar a nossa vida até que os tenhamos nos braços.

Recuemos à ecografia das 18 semanas + 5 dias. Quando existe uma gravidez gemelar a regularidade das consultas e das ecografias é maior, acresce  a isso o facto de ser uma gravidez de risco resultante de uma FIV. E mesmo antes de sabermos que estávamos grávidos há muito que havíamos decidido que as ecografias seriam feitas pelo Dr. Álvaro Cohen da clinica MedMulher. Um médico que seguiu a maioria das minhas amigas e que nos oferecia os conhecimentos e técnica irrepreensível, o que faz com que cada ecografia que fazemos lá é praticamente uma ecografia morfológica. Nada fica por medir, nada fica por ver, nada fica por dizer. E foi numa dessas ecos que ouvimos que o coração de um dos nosso bebes poderia ter uma má formação. Foi sem duvida um dos momentos piores deste nosso percurso. Se por um lado nos agarrámos às palavras do Dr Alvaro que dizia "atenção que isto pode ser apenas por ele ainda ser muito pequenino ou pela posição dele não ser a melhor dar uma falsa imagem e diagnostico, mas vamos fazer um ecocardiograma fetal para termos certezas"  por outro pensávamos "meu deus porquê? tao pequenino...como superar isto?".

O ecocardiograma apenas deveria ser feito a partir das 21 semanas o que nos iria impor um tempo de espera... enormíssimo. De novo sem chão, de novo com as emoções à flor da pele. De novo com o coração pequenino... mais pequenino dos que os corações dos nossos pequeninos. Deve ser isto a que chamam ser mãe... sentir que a nossa vida se dividiu por estes dois seres que habitam em nós.

Finalmente o dia de fazer o ecocardiograma chegou... uma noite mal dormida, uma ansiedade de novo ao rubro, o medo que isso afetasse os nossos bebes (mas como não sentir as coisas desta forma?) e a FIOAPAVIO a exigir a normalidade com o dia do pai à porta e as inúmeras encomendas por terminar. Foram 40 minutos de uma verdadeira aula de anatomia de cardiologia e o maroto não permitia dissipar as duvidas... elas permaneceram durante um ecocardiograma infindável. Só após um miraculoso rebuçado é que ele lá se virou um pedacinho e segundo a cardiologista tudo parece perfeito e saudável. Nesse momento olhámos um para o outro e sentimos os nossos corações a dilatar... era tempo de eles voltarem a ser do tamanho normal e de funcionar de forma compassada e ritmada.

Confesso-vos que ainda não suspiro de alivio, que apenas quando voltar a fazer nova eco é que vou ficar mais descansada. Aguenta coração de mãe ... ainda que em construção!

18 comentários:

  1. Bolas Sara, agora fez-me chorar! Desejo o melhor e vai ser, de certeza! Um beijo do coração, directamente para os vossos. <3

    ResponderEliminar
  2. Obrigada minha querida... sei que estamos bem entregues e que temos de confiar mas fica sempre aquela duvidazinha pequenina escondida no nosso coração. Mas vai correr bem. Temos de acreditar. Beijinhos coloridos N <3

    ResponderEliminar
  3. Mesmo ainda dentro de nós a vida passa a ter um sentido único 😍

    ResponderEliminar
  4. Calma!!!! Vai correr tudo bem!!!! Tem fé!!!! Pensamento positivo. Estou a acompanhar a tua gravidez atentamente ;) Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A fé é a mesma desde o primeiro momento e é essa que vai ligando todas as pecinhas. Obrigada pelo carinho. Beijinhos coloridos SSF

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Olá Sara. Este texto fez-me automaticamente recuar à minha 1ª gravidez. Tive um susto enormíssimo no 1º trimestre. Depois de muitos exames, ressonância magnética entre outros é que descansamos. Mas tenho fé que tudo vos vai correr pelo melhor e os vossos filhotee vão nascer fortes e saudáveis :-) Mas ser mãe é isso mesmo, ter o nosso coração sempre em sobressalto... Faz parte, mas é tão bom... Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  7. Isto é mesmo a preparação para o resto da nossa vida... um beijo gigante e obrigada pelo carinho <3

    ResponderEliminar
  8. Princesa,
    O meu coração por uns instantes deixou de bater, deixei de respirar.....
    Fé, muita fé meu anjo vais ver que os pequeninos estão bem.
    Um beijinho gigante nos vossos corações :):):):)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ACREDITAR sempre!!! foi o que nos trouxe até aqui e que não podemos esquecer. Gostamo-nos <3

      Eliminar
  9. Sara vai tudo dar certo e estás em óptimas óptimas óptimas mãos, o Meu querido Dr. Álvaro que me acompanha desde 2014 e que me deu para os braços as minhas 2 filhinhas M's de 2 anos uma e de 2 meses outra, o Meu querido Dr. Álvaro que me disse por 2 x: filipa o nosso corpo está preparado para parar quando há uma má formação, quando te sentires preparada tentas outra vez" beijinho enorme nesses 3 corações que tens dentro de ti!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho Filipa eu conheço bem o Dr.Alvaro e sempre soube que ele seria a pessoa onde faria todas as ecos. Nao ha como ele, seguiu a gravidez da maioria das minhas amigas e já vamos em 13 filhos ao todo (6 apenas de uma). Ele é fantástico. Beijinhos coloridos SSF

      Eliminar
  10. Sou uma mãe de 4 lindos filhos. Tenho um menino com 17 anos, uma menina com 10 e agora fui abençoada com gémeas que fazem hoje 6 meses. Quando soube que estava grávida foi uma alegria porque todos nós queríamos um terceiro bebé...mas a noticia melhor do mundo veio quando soubemos que eram 2 bebés :-) uma alegria sem fim...na minha primeira ecografia quando nos foi dito que eram gémeos o mundo sorriu para mim...mas segundos depois o mundo desabou...foi-me me dito sem qualquer tipo de cuidado que a minha gravidez tinha que ser interrompida porque um dos fetos vinha com uma má formação...nesse mesmo momento fiquei sem teto...sem palavras...sem reacção...a minha alegria a minha felicidade parou ali naquele consultório...a minha dor a minha tristeza a minha revolta a minha angústia começava naquele preciso momento...se por algum segundo pensei em desistir de lutar pelos meus bebés??? Nunca!!!...sofri mais que o mundo...por cada consulta que ia as notícias eram sempre duras...porque a má formação estava lá...porque tinha que haver certezas que os bebés eram gemeos verdadeiros. No caso de ser uma única placeta não conseguiamos salvar os dois...se fossem em placetas separadas podiamos salvar um...e então e o outro bebé???...não quero perder nenhum...vou lutar até ao fim do mundo para salvar os meus bebés...depois de tantos exames...ecografias...consultas todas as semanas...resultados finais e sofrimento...lágrimas, revolta e uma dor qye teimava não desaparecer...eis que existe uma luz ao fim do túnel. O resultado por tanto esperado...amnioncentese resultado final...não existe qualquer problema em nenhum bebé...existe alívio??? Sinceramente?? Existe 5% de alívio...95% é uma tortura enquanto não chega o dia tão esperado...os dias as horas os meninos e os segundos patecem eternos, teimam em não passar...o coração fica cada vez mais apertadinho...por cada pontapé que se sente o amor o afeto o carinho aumenta...não existe palavra que defina...14 de setembro 2016...10h39 vem a Benedita :-) ... ok mãe tem uma princesa linda e perfeitinha ... 10h42 vem uma Madalena...tudo bem mãe aqui está mais uma princesa linda e perfeitinha...as lágrimas de alegria felicidade apazigua todo o sofrimento passado durante meses e meses...hoje as minhas princesas fazem 6 meses...sou uma mãe babada galinha que me perco no sorriso das minhas filhas...não desisti nunca...sofri muito...mas hoje penso se tivesse feito o que aquela médica me disse para fazer no início as minhas pipocas não estariam comigo aqui e não tinha a minha história para partilhar...a quem passa pelo mesmo as únicas palavras que posso dizer é NÃO DESISTA LUTE ATÉ AO FIM :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Anabela que historia de perseverança e luta e que final tao bonito... ja não me vou esquecer mais porque as suas princesas nasceram no dia em que os meus pais comemoram aniversario de casamento. ACREDITAR sempre é o nosso lema desde o inicio, foi o que nos moveu desde o primeiro tratamento e é o que nos manterá em modo guerreiros diariamente. Muito obrigada pelo carinho e parabens pelos 4 pequenitos <3 beijinhos coloridos SSF

      Eliminar
  11. Não fazia ideia que depois de tanto para finalmente engravidarem, também tiveram de passar por isto...Que tortura...Mas o importante é que tudo ficou (e vai continuar a ficar) bem :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É "só" mais um obstáculo superado :) beijocas

      Eliminar

design

design by: We Blog You